Os Livros Ardem Mal

Luís Filipe Parrado (IV)

Posted in Poesia, tradução by Osvaldo Manuel Silvestre on Segunda-feira, 14-09-2009

A língua Arménia é a casa dos arménios

A língua Arménia é a casa
e o refúgio onde o errante pode encontrar
telhado e paredes e sustento.
Ele pode entrar para recolher amor e orgulho
fechando a hiena e a tempestade lá fora.
Durante séculos os seus arquitectos trabalharam arduamente
para levantar os seus tectos.
Quantos camponeses, com a sua labuta,
dia e noite mantiveram
os seus armários cheios, as lâmpadas acesas, os fornos quentes.
Sempre rejuvenescida, sempre antiga, tem durado
século após século no caminho
onde cada Arménio pode encontrá-la quando está perdido
no deserto do seu futuro, ou do seu passado.

Mousheg Ishkhan

Comments Off on Luís Filipe Parrado (IV)

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 30 outros seguidores

%d bloggers like this: