Os Livros Ardem Mal

A propósito de nascimentos

Posted in Efemérides by OLAMblogue on Quinta-feira, 25-12-2008

O poema foi traduzido por Herberto Helder e incluído no volume Magias (1988). É «pertença» dos Dincas, do Sudão. E é a nossa contribuição para a data que hoje se assinala: 

No tempo em que Deus criou todas as coisas,
criou o sol,
e o sol nasce, e morre, e volta a nascer;
criou a lua,
e a lua nasce, e morre, e volta a nascer;
criou as estrelas,
e as estrelas nascem, e morrem, e voltam a nascer;
criou o Homem,
e o homem nasce, e morre, e não volta a nascer.

Comentários Desativados em A propósito de nascimentos

%d bloggers like this: