Os Livros Ardem Mal

Post Scriptum estival

Posted in Comentários, Notas by Osvaldo Manuel Silvestre on Sábado, 16-08-2008

Não conheço melhor ilustração para o post anterior sobre os livros de Borges que não se encontram nas livrarias do que uma breve história de Gonçalo M. Tavares, incluída no livro O Senhor Brecht (2004). Ei-la:

LIBERDADE DE ESCOLHA

Era uma livraria que vendia um único livro. Havia 100 mil exemplares numerados do mesmo livro. Como em qualquer outra livraria os compradores demoravam-se, hesitando no número a escolher.

A propósito disto, ou seja, de Borges e das livrarias – e da sensação estranha que hoje se apodera de mim quando entro em certas livrarias e tenho a sensação de que não haverá lá sequer uma dúzia de livros que me apeteça ter -, ocorre-me aquilo que me dizia há dias um amigo, grande leitor e comprador de livros: é pelo menos discutível que editores e livreiros optem pelos 1000 clientes que compram 1 livro por ano, marginalizando ostensivamente aqueles 70 ou 80 que compram, no mesmo período, dezenas. Esses que me dizem, cada vez mais, que estão a deixar de ir às livrarias, optando por mandar vir os livros pela net.

Osvaldo Manuel Silvestre

Anúncios

Comentários Desativados em Post Scriptum estival

%d bloggers like this: